Rk Motors
0
0
0
RK Motors - Tudo para seu carro, moto ou caminhão. O seu guia automotivo!
RK Motors - Tudo para seu carro, moto ou caminhão. O seu guia automotivo!
Você sabe quando deve fazer o alinhamento e o balanceamento de um carro, uma moto ou um caminhão? Se não, descubra agora mesmo!

Balanceamento e alinhamento em carros, motos e caminhões

Publicado em 04/07/2021, por RK Motors

Você sabe quando deve fazer o alinhamento e o balanceamento de um carro, uma moto ou um caminhão? Se não, descubra agora mesmo!

alinhamento e balanceamento carro

 

Alinhamento e balanceamento são alguns dos procedimentos essenciais para carros, motos e caminhões. No entanto, muita gente tem dúvidas sobre quando é o momento de realizá-los.

 

É exatamente sobre esse assunto que vamos falar ao longo deste texto. Motoristas de carros e caminhões, assim como pilotos de motos, vão descobrir quando fazer esses procedimentos e quanto, em média, vai precisar desembolsar por eles.

 

Qual a diferença entre alinhamento e balanceamento?

 

Em primeiro lugar, vamos demarcar o que é alinhamento e o que é balanceamento. Assim, torna-se mais fácil prosseguir com o assunto.

 

Pois bem, o alinhamento atua ajustando os ângulos das rodas, de modo a mantê-las retas em relação ao solo, bem como paralelas entre si. Dessa maneira, evitamos acidentes e o motorista não perde o controle em curvas.

 

Além disso, aumenta-se a vida útil dos pneus e permite uma economia de combustível. Afinal, as rodas ficam por mais tempo em atrito com o solo.

 

Já o balanceamento elimina vibração durante o giro das rodas. Dessa maneira, há mais conforto durante a condução do carro, bem como para os passageiros.

Além disso, o balanceamento permite um melhor desempenho dos pneus e evita a trepidação do volante, como também dos bancos, do painel de acessórios e do piso do carro. Simples, não é mesmo?

 

Em carros

 

Em geral, recomenda-se que tanto o alinhamento quanto o balanceamento sejam feitos, em carros, a cada 10 mil quilômetros rodados. No entanto, o período pode mudar se acaso o veículo apresentar alguns sinais.

 

Veja bem: se houver substituição ou conserto dos pneus, você deve fazer o balanceamento em seu carro. Do mesmo modo, se perceber vibrações no volante.

 

Além disso, se acaso houver qualquer substituição de elementos do conjunto rodante (rolamento da roda, peças da suspensão e pastilhas de freio), você deve fazer o balanceamento.

 

Da mesma maneira, o condutor não deve esperar 10 mil quilômetros para fazer o alinhamento de seu carro se surgirem alguns sinais. Quando a roda do seu veículo bate no meio-fio em um grande objeto na pista, por exemplo, você deve fazer o alinhamento.

 

Perceba também se os pneus estão apresentando desgastes anormais ou desiguais. Pois bem, são outros sinais de que você precisa agir.

 

Do mesmo modo, verifique se você está enfrentando alguns problemas de controle de volante. Pode ser que o veículo esteja puxando para um lado, por exemplo, ou não retornando com facilidade após uma curva.

 

Além disso, verifique se o volante fica sem alinhamento quando você está dirigindo em uma via reta, sem curvas. Pensa que acabou? Pois não!

 

Faça o alinhamento do seu carro sempre que comprar um novo conjunto de pneus. Da mesma maneira, sempre que trocar componentes da suspensão ou da direção.

 

Felizmente, o alinhamento e o balanceamento são procedimentos que não custam muito para o condutor de um carro. É claro que o preço varia de acordo com o modelo do veículo, bem como com a oficina mecânica e a sua localidade, mas ambos os procedimentos, juntos, giram em torno de R$ 80 e R$ 250.

 

Em motos

 

Quando falamos sobre motos, o intervalo para se fazer tanto o alinhamento quanto o balanceamento muda um pouco. Nesse caso, o recomendável é realizar ambos os procedimentos a cada três meses, portanto quatro vezes ao ano.

 

Do mesmo modo que nos carros, no entanto, esse período pode ser menor se acaso a sua moto apresentar alguns sinais. É importante, em primeiro lugar, que você se atente à desigualdade de peso no aro da roda ou do pneu.

 

Sempre que houver algum episódio que envolva furo em algum dos pneus, é importante fazer o balanceamento. Do mesmo modo, sempre que houver qualquer desmontagem ou conserto.

 

As situações se prolongam. O piloto deve estar atento a oscilações estranhas, sejam elas longitudinais ou transversais, que acontecem até mesmo em vias cuja pavimentação está em ótimo estado.

 

Vale lembrar, aliás, que a falta de balanceamento aparece com mais evidência quando a moto atinge maiores velocidades.

 

Quando sua moto está precisando de alinhamento, ela também apresenta alguns sinais. Perceba, por exemplo, se tem tido desconforto na pilotagem.

 

Também perceba se está havendo desgaste irregular nos pneus e se os aros estão amassados ou frouxos. Além disso, o desgaste prematuro dos rolamentos do cubo da roda também indicam a necessidade de fazer o alinhamento, bem como uma dificuldade de contornar curvas.

 

O preço do alinhamento e do balanceamento de motos também varia de acordo com o modelo, como também com a oficina mecânica e sua localidade. No entanto, em geral custa entre R$ 60 e R$ 90.

 

Em caminhões

 

Motoristas de caminhões devem fazer o alinhamento e o balanceamento de seus veículos a cada 10 mil quilômetros rodados, como no caso dos carros. É claro, mais uma vez, que alguns sinais, se surgirem, diminuem esse intervalo.

 

Perceba, por exemplo, se há dificuldade em manter o caminhão em linha reta ou até mesmo se precisar aplicar uma força maior ao volante durante uma viagem. Esses são sinais de que o seu caminhão precisa de um alinhamento.

 

Do mesmo modo, faça o procedimento se houver impactos em buracos ou obstáculos, já que eles podem causar danos nos pneus ou amassar as rodas. Também faça o alinhamento se trocar ou pneus e após a manutenção da suspensão, bem como se sentir uma trepidação no volante ou nas rodas.

 

Em relação ao balanceamento, recorra a ele sempre que notar perda de tração nas rodas do caminhão. Também note se há alguma perda de estabilidade e um maior desgaste nos componentes do veículo.

 

Em geral, o alinhamento e o balanceamento de caminhões giram em torno de R$ 200, valor que varia de acordo com o modelo, a oficina e a localidade.

 

Tanto para caminhões, quanto para motos e carros, lembre-se de que o balanceamento e o alinhamento custam mais barato do que eventuais problemas que surgem quando não fazemos esses procedimentos. Além de promover segurança, eles promovem a economia.

 

NOS ACOMPANHE NAS REDES SOCIAIS:

• Canal do Youtube – Clique aqui!
• Instagram – instagram.com/rkmotors.com.br
• Facebook – facebook.com/rkmotors.com.br
• Canal do Telegram – Clique aqui!

 

Vídeo





LEIA MAIS: