Rk Motors
0
RK Motors - Tudo para seu carro, moto ou caminhão. O seu guia automotivo!
RK Motors - Tudo para seu carro, moto ou caminhão. O seu guia automotivo!
Tem ideia de como ocorre a recarga da bateria de uma moto elétrica? Conhece modelos disponíveis no mercado brasileiro? Saiba já!

Como é ter uma moto elétrica? Vale a pena?

Publicado em 12/08/2021, por RK Motors

Tem ideia de como ocorre a recarga da bateria de uma moto elétrica? Conhece modelos disponíveis no mercado brasileiro? Saiba já!

 

Voltz EV1 2021 - rk motors

 

Já pensou em ter uma moto elétrica em sua garagem, mas não sabe se vale a pena o investimento?

 

Ao longo deste texto, nós vamos tratar exatamente desse assunto. Continue com a gente e descubra!

 

Vale a pena ter uma moto elétrica?

 

Pois bem, é muito provável que você esteja curioso para saber se vale ou não a pena investir na compra de uma moto elétrica no Brasil. É por isso que trouxemos algumas das vantagens que esse veículo pode oferecer.

 

Em primeiro lugar, por ser elétrica, uma moto como essa não emite gases tóxicos à atmosfera. Ou seja, o condutor de uma moto elétrica contribui para o meio ambiente, não sendo mais um a poluí-lo.

 

Do mesmo modo, as motos elétricas são mais silenciosas e, portanto, permitem a convivência em cidades mais tranquilas e menos barulhentas. Sem falar que isso também contribuiu para aumentar a atenção do piloto no lugar em que está.

 

Do ponto de vista financeiro, no entanto, podemos destacar o fato de que motos elétricas exigem menos manutenção do que as comuns. Isso porque o seu motor, elétrico, não requer tanta atenção como requer a de uma moto movida à gasolina, por exemplo.

 

Este precisa de troca de óleo, de velas de ignição, de filtros e mais outros cuidados que uma moto elétrica não exige.

 

Além disso, elas são mais econômicas. O gasto de energia é menor e, comparando, sai muito mais em conta recarregar a sua bateria do que encher o tanque de um moto comum.

 

Por fim, a moto elétrica alivia o seu bolso também no que diz respeito a impostos. Para incentivar o uso de veículos menos poluentes, os governos tendem a reduzir os seus impostos.

 

Ou seja, a longo prazo, estamos falando de um veículo econômico, que agride muito menos o meio ambiente e, além disso, é mais silencioso.

 

Vale a pena, não é mesmo?

 

E as desvantagens?

 

Embora sejam uma opção que vale a pena o investimento, as motos elétricas também apresentam algumas desvantagens. Mas nada que a torne uma alternativa não viável; afinal, tudo tem seus prós e contras.

 

Podemos apontar, por exemplo, que uma moto elétrica tende a ser mais cara do que uma moto comum, movida à gasolina. Sendo assim, quem estiver interessado na compra de uma vai precisar desembolsar um valor maior para tê-la.

 

Mas, se lembrarmos do quesito economia, podemos concluir que essa diferença se perde com o passar do tempo, correto?

 

Por outro lado, o fato de serem silenciosas demais pode ser um contra. Pois é, parece irônico, mas veículos que emitem poucos ruídos podem, de algum modo, apresentar um perigo aos pedestres que, desatentos, podem não perceber a sua aproximação.

 

Sendo assim, há riscos de acidentes e o piloto de um moto elétrica precisa triplicar a sua atenção no trânsito.

Por fim, mas nenhuma novidade, as motos elétricas costumam ser menos velozes do que as motos à gasolina. Ou seja, quem está buscando por grandes velocidades certamente não vai se contentar com um modelo elétrico.

 

Desse modo, colocando tudo na balança, o que você acha? Vale ou não a pena investir na compra de uma moto elétrica? Se acaso a sua resposta for "sim", então você vai querer saber o que contamos logo a seguir!

 

Como recarregar a bateria de uma moto elétrica?

 

Uma dúvida muito comum que paira sobre a cabeça de uma pessoa que cogita comprar uma moto elétrica está na recarga de sua bateria. Como e onde fazer isso, já que ela precisa de energia elétrica e não de gasolina?

 

Pois bem, não há nenhum bicho de sete cabeças. Para recarregar a bateria, basta ir a um posto de recarga elétrica ou até mesmo tê-lo em sua garagem.

 

É claro que a instalação requer uma série de cuidados com a rede elétrica local, mas nada que profissionais competentes da área não possam fazer. Ah, quem mora em condomínios vai precisar também atender às regras deles para isso.

 

Mas a recarga acontece desta forma: o piloto desliga a moto e, assim, conecta-a ao posto de recarga, uma tomada que deve ter a tensão exata do carregador. A depender do modelo, o tempo de recarga vai se modificar, mas em geral bastam algumas horas.

 

Além disso, é bom lembrar que a bateria vai precisar ser trocada de tempos em tempos, também de acordo com o seu modelo. Na maioria das vezes, entre um e dois anos.

 

Simples, não?

 

3 modelos de motos elétricas disponíveis no Brasil

 

Chegou o momento de lhe apresentar três diferentes modelos de motos elétricas disponíveis no mercado do Brasil. Quem sabe alguma delas agrada a você, hein?!

 

A primeira delas é a Voltz EV1, da Voltz Motors. Custando cerca de R$ 10 mil, ela conta com motor Bosh de 1.800 watts de potência. A sua velocidade máxima, no entanto, é de apenas 60 km/h.

 

Já a sua bateria é de lítio (60V e 28Ah) e seu tempo de recarga é de até cinco horas, com uma autonomia de 60 quilômetros. Estamos falando de uma moto que possui farol dianteiro, lanterna traseira, piscas LED, assim como bluetooth, USB, chave de presença, duas tomadas e alto-falantes.

 

Um modelo mais robusto, da mesma marca, é a Voltz EVS, com motor de 3.000 watts de potência e que custa cerca de R$ 16 mil. Sua velocidade máxima chega a 120 km/h, enquanto sua bateria de é de lítio (72V e 33Ah), tem tempo de recarga de até cinco horas e autonomia de até 180 quilômetros.

 

Por fim, apresentamos a Energie Mobi Super Soco TC. Com motor Bosch com 1.500 watts de potência, ela custa cerca de R$ 22 mil e tem velocidade máxima de 75 km/h. Sua bateria é de lítio (60V e 30 Ah) e conta com autonomia de até 120 quilômetros.

 

NOS ACOMPANHE NAS REDES SOCIAIS:

• Canal do Youtube – Clique aqui!
• Instagram – instagram.com/rkmotors.com.br
• Facebook – facebook.com/rkmotors.com.br
• Canal do Telegram – Clique aqui!

 




LEIA MAIS: