Rk Motors
0
RK Motors - Tudo para seu carro, moto ou caminhão. O seu guia automotivo!
RK Motors - Tudo para seu carro, moto ou caminhão. O seu guia automotivo!
Finalmente você conseguiu comprar o seu primeiro carro. Só você sabe o esforço que deu para conseguir encontrar as condições para pagá-lo à vista ou de poder financiá-lo e certamente, deseja que ele dure por muito tempo. Podemos te ajudar com 7 dicas essenciais para otimizar a vida útil.

Primeiro carro: 7 dicas essenciais para otimizar a vida útil

Publicado em 04/06/2021, por RK Motors

Finalmente você conseguiu comprar o seu primeiro carro. Só você sabe o esforço que deu para conseguir encontrar as condições para pagá-lo à vista ou de poder financiá-lo e certamente, deseja que ele dure por muito tempo. Podemos te ajudar com 7 dicas essenciais para otimizar a vida útil.

meu primeiro carro rk motors

 

Ela tremia ao assinar o contrato de compra e venda. Parecia algo tão bobo para quem olhasse de fora, mas aquele era o sonho de muitos anos se realizando. Com 32 anos, o VW Nivus 2021, 4 portas, era o seu primeiro carro. Um automóvel 0km que estava saindo da concessionária ainda com o cheirinho de carro novo e Sônia Marsh, analista de qualidade, estava muito feliz com aquela conquista. O mês de Fevereiro, desta forma, iniciava uma nova etapa em sua vida:

 

“Eu tenho que pegar duas conduções e fazer baldeação no metrô todos os dias, para ir de casa para o trabalho e do trabalho para a casa. Sempre desejei ter um carro, tirei a carta e renovei duas vezes sem poder comprar, mas mantive o sonho, para pelo menos poder contar com algum conforto no trajeto. Hoje, recém promovida, posso desfrutar desse privilégio que ainda é o sonho de muita gente. E eu tenho consciência do quanto esse sonho vale e de quanto eu quero que ele dure por muito tempo”.

 

A preocupação de Sônia é a mesma de muita gente que adquire o primeiro carro. E aqui vão algumas dicas para que você usufrua do seu possante por muito mais tempo.

 

Seguro e Direção Responsável Já!

Nem pense em sair da concessionária sem um seguro. Imagine que ao sair com o carro, por uma infelicidade ocorra uma batida. É um prejuízo com o qual você já terá que arcar. Portanto, tão logo encontre o carro que quer, nas condições de pagamento que deseja, dê entrada na papelada do seguro e só retire o veículo da agência com o seguro assinado.

 

Outra coisa importante é ter noção da responsabilidade que é dirigir. Ao mesmo tempo em que se tem um carro nas mãos, também se tem uma arma e um patrimônio. Desta forma, dirija sempre seguindo as leis de trânsito, com calma, respeitando a sua mão e a mão do motorista ao lado. Nada de acelerar como se o mundo fosse acabar em breve, pois isso força o motor e gasta mais combustível. Aprenda a trocar as marchas de forma adequada, pois a marcha errada também compromete o carro a médio e longo prazo. Evite ficar o tempo todo com o pé na embreagem, pois compromete mais rápido as pastilhas de freio. Dentre outras instruções que se aprende na autoescola.

 

Leve o carro à revisão periódica

Não dê as costas à revisão programada. Sempre que chegar a data, leve o veículo às autorizadas mais próximas e faça aquele “check up” rigoroso, a fim de garantir que nada está acontecendo de errado com o seu carro novo. Isso ajuda a prevenir que alguma peça dê problema no futuro. E claro, carro bem cuidado, mantém-se em funcionamento por muito mais tempo.

 

Siga as instruções do Manual do Proprietário

Embora muita gente não goste de ler, esse manual é fundamental para que se entenda como o seu carro funciona e como é a melhor maneira de tratá-lo, seja na hora de abastecer, calibrar os pneus, limpar a tapeçaria e os estofados, enfim, além de orientar quanto ao uso adequado das tecnologias dispostas no painel.

 

Afinal, cada item tem a sua funcionalidade e também consome uma parcela da bateria do carro. Portanto, leia o manual e se possível, confira cada item dentro do próprio veículo para poder utilizá-lo da forma mais correta no futuro.

 

Combustível de qualidade

Não abasteça o carro em qualquer posto de gasolina. Tenha a certeza de que aquele posto é realmente sério e que o seu combustível não está adulterado ou falsificado. Se a procedência da gasolina não for adequada, o motor será comprometido a médio / longo prazo. Suas peças estarão comprometidas e claro, o valor do carro se depreciará ainda mais. Portanto, não abasteça seu carro em qualquer posto, se não tiver plena confiança no mesmo.

 

Calibre os pneus

A calibragem dos pneus deve ser realizada sempre, de preferência uma vez a cada 15 dias. Se os pneus não estiverem com a pressão do ar calibrada, isto pode comprometer outras peças do carro, além de aumentar o seu consumo de combustível e ainda oferecer o risco de acidentes na estrada, em caso de desnível da pista.

 

Troque o óleo no período recomendado

A troca de óleo é fundamental nos períodos recomendados pela fabricante e que consta no manual do proprietário. É o óleo que garante a plena funcionalidade dos componentes do motor, sem que haja qualquer atrito e ainda facilita para que o motor tenha uma performance maior e com menor queima de combustível.

 

Para tanto, é importante sempre checar o óleo antes de sair com o carro. Segure a varinha nas mãos e com um pano de estopa, verifique a cor e a condição desse óleo. Quando perceber que o óleo se tornou muito viscoso e escuro, é sinal de que está na hora de trocá-lo. Ao trocar o óleo no posto de sua confiança, não opte pelo mais barato, mas sim, pelo de melhor qualidade. Isso vai ajudar a prolongar a vida útil do seu carro.

 

Lavagem adequada

Não adianta comprar um “carrão” e não saber cuidar da aparência dele. 

 

Não deixe a poeira se acumular na lataria e nem deixe de lavá-lo com os produtos adequados. Antes de lavá-lo, remova a poeira mais grossa com um espanador ou pano seco, a fim de não deixá-la grudar com a água nos vidros ou na lataria. Em seguida, opte por um sabão que não agrida a pintura. Existem produtos que inclusive já vêm com cêra e que após a lavagem, tornam possível a secagem com um pano e a lustragem com uma flanela.

 

Há quem ainda prefira a lavagem a seco. Nada contra, desde que seja feita com os produtos adequados e recomendados pela fabricante.

 

Um carro sempre sai desvalorizado da Concessionária. Contudo, o que valoriza nele não é a marca ou o tipo, mas o cuidado que seu dono tem com ele. Assim, permanecerá na sua vida por muito mais tempo.

 

Vídeo





LEIA MAIS: