Rk Motors
0
0
0
RK Motors - Tudo para seu carro, moto ou caminhão. O seu guia automotivo!
RK Motors - Tudo para seu carro, moto ou caminhão. O seu guia automotivo!
A vida útil dos pneus e dos itens de segurança de um veículo são fatores intrinsecamente ligados à manutenção preventiva.

10 dicas para aumentar a vida útil dos pneus

Publicado em 11/09/2021, por RK Motors

A vida útil dos pneus e dos itens de segurança de um veículo são fatores intrinsecamente ligados à manutenção preventiva.

 

Dez dicas sobre a importância da manutenção preventiva dos pneus - rk motors

 

Por isso, antes de cair na estrada, a Bridgestone reforça 10 cuidados que os motoristas devem tomar para uma viagem mais segura e com uma boa performance.

 

Confira:

 

1) Calibragem dos pneus

 

Os pneus devem ser calibrados toda semana, segundo o manual do fabricante do veículo.

 

2) Rodízio dos pneus

 

O rodízio dos pneus também é importante para um para que o desgaste seja uniforme. Logo, o ideal é realizar o rodízio nos veículos com pneus radiais a cada oito mil quilômetros rodados e veículos com pneus diagonais a cada cinco mil quilômetros.

 

3) Excesso de peso no veículo

 

O excesso de peso do veículo prejudica a estrutura do pneu e aumenta o risco de agravos ou de alterações estruturais, por isso, é fundamental não sobrecarregar o veículo.

 

4) Manutenção preventiva

 

Além dos pneus, o motorista deve fazer a manutenção preventiva de todo o veículo: amortecedores, molas, freios, rolamentos, entre outros itens.

 

5) Medida dos pneus

 

Usar sempre as medidas de pneus e rodas preconizadas pelo fabricante do veículo. As partes do carro foram projetadas para interagirem de forma harmônica. O uso de pneus e rodas diferentes muda este equilíbrio.

 

6) Alinhamento e balanceamento

 

Sempre que houver grande impacto, o alinhamento da suspensão e o balanceamento dos pneus devem ser realizados. O mesmo vale para a troca dos pneus, na substituição de itens da suspensão, quando o veículo estiver “puxando para um lado” ou ainda a cada 10 mil quilômetros rodados.

 

7) Tipos de pneus

 

Fazer uso do pneu indicado para cada tipo de solo, sempre. Rodar na cidade com um pneu destinado ao uso em terra (fora de estrada) aumenta o consumo de combustível, assim como modifica a estabilidade e a durabilidade das peças do veículo.

 

8) Indicador de desgaste da rodagem

 

Periodicamente, verifique  o indicador de desgaste da rodagem (TWI). Este indicador, existente em todo pneu, apresenta o limite para se efetuar a troca, diminuindo o risco de rodar com o pneu careca. O limite de profundidade do sulco do pneu é de 1,6 milímetro.

 

9) Contato dos pneus com derivados

 

Não colocar o pneu em contato com derivados de petróleo ou solventes. Estes produtos agridem a borracha fazendo com que ela perca suas características físico-químicas e mecânicas.

 

10) Direção agressiva

 

Evite a direção agressiva, como freadas fortes e alterações bruscas de direção. Sempre fique atento às lombadas, buracos e defeitos de piso.

 

Fazer a manutenção preventiva do veículo é fundamental para a segurança de todos na via, além de contribuir para a preservação da vida útil dos itens. Por isso, fique sempre atento à época de fazer o check-up antes de pegar a estrada.

 

NOS ACOMPANHE NAS REDES SOCIAIS:

• Canal do Youtube – Clique aqui!
• Instagram – instagram.com/rkmotors.com.br
• Facebook – facebook.com/rkmotors.com.br
• Canal do Telegram – Clique aqui!

 




LEIA MAIS: