Rk Motors
0
0
0
RK Motors - Tudo para seu carro, moto ou caminhão. O seu guia automotivo!
RK Motors - Tudo para seu carro, moto ou caminhão. O seu guia automotivo!
A fim de cortar custos com a fabricação de transmissões de marcha convencionais, a Volkswagen anunciou que iniciará a transição definitiva do câmbio manual para o automático.

O fim da transmissão manual: Volkswagen deve adotar câmbio automático para todos os veículos

Publicado em 31/08/2021, por RK Motors

A fim de cortar custos com a fabricação de transmissões de marcha convencionais, a Volkswagen anunciou que iniciará a transição definitiva do câmbio manual para o automático.

 

Volkswagen diz adeus à transmissão manual - rk motors

 

E o primeiro veículo da marca que não vai mais oferecer a marcha manual será o SUV Tiguan, versão que estará no mercado a partir de 2023.

 

A montadora já havia anunciado que deixaria de fabricar veículos com motores à combustão no máximo até 2035, o que implicaria automaticamente no fim das caixas de velocidade manuais, uma vez que os automóveis elétricos não utilizam caixa manual e nem terceiro pedal. A medida será válida para os principais mercados da Europa, China e Eua.

 

Se avaliado ainda do ponto de vista da emissão de carbono, o fim dos câmbios manuais e consequente aumento dos carros elétricos fica inevitável, pois os valores-limite de emissão de carbono estão cada vez mais rígidos, não permitindo outra alternativa senão a substituição dos veículos.

 

Outros modelos da Volkswagen com câmbio automátivo

 

Em 2023, além do SUV Tiguan também está na lista para perder o cambio tradicional, o sucessor do Passat, que não deverá ser mais sedã e sim uma variant.

 

Sucessivamente, as próximas gerações mesmo que não sejam elétricas deverão vir equipadas com caixa automáticas. Já foi confirmado também que os sucessores do T-Roc e do Golf também já venham sem o câmbio manual.

 

Para os modelos Polo e T-Cross especula-se que, seguindo um ciclo de vida normal, seus sucessores deverão aparecer entre 2024 e 2026, deixando os motores à combustão mais um tempo no mercado. A WV já confirmou oficialmente que haverá sucessores com motores de combustão para o Tiguan, Passat, T-Roc e Golf, no entanto não o fez para os Polo e T-Cross.

 

Os anos em que deveremos conhecer os herdeiros do Polo e do T-Cross coincidem com o lançamento dos originais ID.1 e ID.2, os seus equivalentes respetivos 100% elétricos.

 

Agora fica a dúvida: Será que eles irão tomar em definitivo e tão cedo, o lugar dos Polo e T-Cross?

 




LEIA MAIS: