Rk Motors
0
0
0
RK Motors - Tudo para seu carro, moto ou caminhão. O seu guia automotivo!
RK Motors - Tudo para seu carro, moto ou caminhão. O seu guia automotivo!
Um dos municípios com maior altitude no Brasil, São Joaquim oferece belas paisagens, frio, maçãs deliciosas e boas opções de vinhos aos turistas

Conheça as belezas do inverno de São Joaquim, em Santa Catarina

Publicado em 12/06/2021, por RK Motors

Um dos municípios com maior altitude no Brasil, São Joaquim oferece belas paisagens, frio, maçãs deliciosas e boas opções de vinhos aos turistas

eu amo sao joaquim - foto por sao joaquim online

 

Assim que chega o outono e o inverno, muita gente se esquece das paisagens tropicais e passa a olhar com mais carinho para as cidades do interior; sempre em busca de um aconchego para as noites frias que estão por vir. O inverno de São Joaquim, em Santa Catarina, aliás, merece atenção.

 

Com um clima de vilarejo, a cidade com menos de 30 mil habitantes está no planalto serrano, a cerca de 1.360 metros de altitude. A pouco mais de 230 quilômetros de Florianópolis, oferece a moradores e turistas temperaturas frias e até mesmo negativas, bem como geadas e até mesmo neve.

 

Ao longo deste texto, você vai conhecer quais são as principais belezas de São Joaquim. E é bem provável que a "capital nacional da maçã", como é chamada, certamente vai aguçar o seu interesse.

 

As belezas de São Joaquim

 

Destino para quem ama o frio

inverno em sao joaqui foto por Blog Mateando

 

Durante os meses de junho, julho e agosto, não é muito fácil encontrar hospedagens em São Joaquim. Isso porque, nesse período, a cidade acaba ficando mais populosa, já que recebe turistas de todo o Brasil.

 

Quem decide aproveitar o frio joaquinense, aliás, deve se preparar bem. Casacos, meias, luvas e toucas são itens essenciais para aproveitar o clima da cidade catarinense.

 

Quando falamos acima sobre temperaturas negativas, não estávamos blefando. O município já chegou a registrar -10ºC e a neve é até comum no inverno.

 

A altitude também colabora para isso, já que São Joaquim é um dos lugares com maior altitude do país. Ou seja, prepare os cachecóis!

 

A Igreja Matriz de São Joaquim

igreja matriz sao joaquim foto por secretaria turismo prefeitura sao joaquim

 

Um dos principais pontos turísticos de São Joaquim é a Igreja Matriz. Com localização em frente à Praça João Ribeiro, o tempo tem sua construção inteira em pedra basalto, uma das rochas mais abundantes do planeta.

 

As pedras, aliás, foram transportadas em carros de boi durante a construção, que teve início em 1918. Já sua inauguração aconteceu em 1935.

 

Em sua parte externa, há esculturas de profetas bíblicos e de Adão e Eva, obra dos artistas Elson Kiyotaka Outuki e Nelson Matias. E os sinos vieram da Alemanha.

 

A Praça João Ribeiro, por sua vez, também conta com algumas esculturas e possui um pequeno lago, com chafariz, em meio a jardins. O local ainda possui um termômetro, que registra as baixas temperaturas do outono e do inverno local.

 

Nos dias mais frios, a água do lago e as folhagens das árvores costumam congelar.

 

Belvedere e o Mirante das Araucárias

mirante sao joaquim foto por secretaria de turismo da prefeitura de sao joaquim

 

É possível ter uma vista panorâmica de São Joaquim por meio de Belvedere, uma escadaria que está no centro da cidade. Com acesso livre e gratuito, o mirante é um dos lugares preferidos dos turistas.

 

Outro ponto que oferece uma vista ampla é o Mirante das Araucárias. Ele está nas margens da rodovia SC-114, logo na entrada de São Joaquim, e oferece uma visão para a mata de araucárias.

 

Casa do Vinho de São Joaquim e a Vinícola Villa Francioni

casa do vinho foto por secretaria turismo prefeitura sao joaquim

 

Quando se fala em frio, também se fala em vinhos. Afinal, quem dispensa uma taça de um bom tinto em dias de inverno?

 

Em São Joaquim, há a Casa do Vinho, uma distribuidora de vinhos de altitude da Serra Catarinense de diferentes rótulos. O local oferece degustações aos clientes, de acordo com os desejos de cada um. Além disso, enólogos, sommeliers, estudantes, amigos, famílias e casais podem fazer agendamento prévio para uma visita.

 

Vinícola Villa Francioni sao joaquim foto por secretaria turismo prefeitura sao joaquim

 

Já que estamos falando sobre vinhos, vale a pena mencionar a Vinícola Villa Francioni, uma das principais da Serra Catarinense. Ela oferece visitas guiadas, de 1 hora e 30 minutos de duração, que revelam aos visitantes a história da vinícola, bem como detalhes sobre a produção dos vinhos. No fim, como não pode faltar, há ainda uma degustação de vinhos.

 

Bom lembrar que há outras vinícolas na Serra Catarinense que valem a lembrança. Cada vez mais, a produção de vinhos na região cresce e apresenta vinhos sofisticados, capazes de agradar aos mais exigentes paladares. Turistas são bem recebidos por lá.

 

Colha & Pague

maça colha e pague em são joaquim foto por biodieselbrasil

 

São Joaquim é o principal produtor de maçãs no Brasil e, desde 2019, tornou-se a capital nacional dessa fruta. A produção da fruta teve início ainda na década de 1970 e a fruta se adaptou muito bem ao clima frio da região, que lhe dá 900 horas de frio a cada ano.

 

O Colha e Pague é um modo de visitar produções de maçãs, como fuji e gala, e colhê-las diretamente no pomar. E, assim, é possível comê-las ali mesmo. Trata-se de uma bela oportunidade de saborear essa delícia da região.

 

Para os aventureiros, o Snow Valley e a Cascata do Pirata

Snow Valley adventure park em sao joaquim foto por Snow Valley

 

Às margens da rodovia SC-438, está o Snow Valley, um parque de aventuras que oferece atividades de arvorismo, tirolesa, pêndulo, trilhas e escaladas. Tudo em meio às araucárias e aos xaxins gigantes, a cerca de 10 quilômetros de São Joaquim.

 

O local também conta com loja, lanchonete e restaurante e oferece preços que cabem nos bolsos até mesmo de quem não pretende gastar muito.

 

A Cascata do Pirata, por sua vez é uma cachoeira de, aproximadamente, 15 metros de altura. Seu acesso, no entanto, não é muito simples, então contratar um guia é sempre uma boa opção.

 

Para chegar à cachoeira, é preciso percorrer cerca de 5,5 quilômetros em uma estrada de terra.

 

Museu de Artes Martinho de Haro

 

São Joaquim também é terra de museus. Quem visita a cidade pode aproveitar para conhecer o Museu de Artes Martinho de Haro, que abriga obras de artistas catarinense como Martinho de Haro, Rodrigo de Haro, Tereza Martorano, Yolanda Bathke e Suzana Scóss Bianchini.Martinho de Haro, que dá nome ao museu, por exemplo, foi um pintor, desenhista e muralista que se dedicou a paisagens, natureza morta, retratos e autorretratos, bem como à religião. Retrato de Rodrigo (1944), Menina (1944) e Retrato de Maria (1948) são algumas de suas principais obras.

 

Precisa reservar um hotel? Reserve pelo BOOKING. Precisa alugar um carro? Reserve pela LOCALIZA!

 




LEIA MAIS: